Reservados os direitos de autor.

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Aqueles que não sonham















Aqueles que não sabem, nem sonham,
como o sonho comanda a vida.
Não sabem, nem adivinham,
como a fantasia é construída.

Não sabem, nem relatam,
o verdadeiro poder do sonho.
Eles não sabem, nem sonham,
quanto o sono pode ser medonho.

Muito menos, eles sabem...
O que a noite pode esconder.
em todo mistério, que proíbem,
com noites por compreender.

Aqueles que não sabem, nem sonham
como o sonho comanda a vida.
Não sabem o que acomodam,
nas noites de insónia sofrida.

Não sabem até onde podemos viajar,
Não sabem até onde podemos ir.
Não sabem o que imaginar,
num sonho que deixamos partir.

Nas  horas que a noite me permite,
com sonos que a madrugada  furta.
Construo na verdade que se omite,
sonhos que guardo com vida curta.


2 comentários:

  1. Sempre um sonho nos arrasta...
    Gostei do modo como enredou "eles não sabem nem sonham que o sonho comanda a vida",de Gedeão, com o seu modo de sentir o sonho.
    Beijo.

    ResponderEliminar